Portuguese English Italian Spanish

Icon testemunhos

icon publica

ICON IMC90

Icons left ANUARIO

Missionários da Consolata
Missão de Liqueleva dinamiza Actividades na Escolinha
Escrito por IMC Moçambique   
Sábado, 29 Abril 2017 22:37

IMG 2416Na escolinha de Liqueleva as crianças apoiam os mais velhos.

Os mais pequenos, acompanhados das suas monitoras e do missionário da Consolata P. Toussaint visitaram uma idosa necessitada a quem deram alguns produtos alimentícios.

 

 

 

 

Continuar...
 
Tete: Sagração Episcopal de Dom Diamantino Antunes
Escrito por IMC Moçambique   
Terça, 14 Maio 2019 18:12


P1020107Neste Domingo, dia 12 de Maio, celebrou-se em Tete a sagração episcopal de Dom Diamantino Antunes, Missionário da Consolata.

A cerimónia teve início às 9 horas da manhã e decorreu num amplo terreiro à frente da catedral de Santiago. Acorreu uma multidão de fiéis de todas as próquias da diocese e representantes de todas as outras dicoceses de Moçambique, incluindo numerosos fiéis das comunidades do Niassa e Inhambane onde Dom Diamantino exerceu o seu ministério sacertotal. As autoridades fizeram-se representar, marcando presença a ministra do trabalho, Victória Diogo, em representação do governo e o governador de Tete, Paulo Auadi, bem como outras individualidades.

A cerimónia foi concelebrada por todos os sacerdotes de Tete e de outras dioceses num número que ascendia a mais de 100 presbíteros, estiveram também presentes numerosas irmãs de variadas congregações. Foi sagrante o arcebispo D. Inácio Saúre que foi companhado pela quase totalidade do episcopado Moçambicano, num verdadeiro testemunho de unidade e comunhão da Igreja de Moçambique, facto esse que foi enaltecido mais tarde pelo presidente da conferência episcopal  moçambicana, A liturgia foi muito participada e o ambiente extraordinário para o que contribuiu a prestação do coro, acompanhado por toda a assembleia. As danças litúrgicas foram também muito bem executadas em clima de profunda fé, comunhão e alegria, como fazendo juz ao lema episcolal "Gaudium et Spes - Alegria e Esperança" P1020046

Na homilía o Arcebispo ordenante, D. Inácio Saure; fazendo menção à missão de Cristo Bom Pastor sublinhou o sonho missionário de chegar a todos e a beleza de ser pastor, referindo a importância e a sabedoria de saber caminhar à frente do povo mas também atrás para o saber esperar e acompanhar quando se atrasa. Salientou a importância de aceitar também as ideias das ovelhas que se correm mais depressa e a todos apelou à capacidade de ajustarem os ritmos de modo a seguirem juntos o caminho do bem. Por fim aconselhou o novo bispo a administrar o espírito de santidade e a comunicar o espírito de verdade com a consciência de que o episcopado é antes de tudo um serviço.

P1020112O momento da sagração foi vivido com profunda solenidade por todos, perante uma assembleia em silêncio onde só a suavidade dos cânticos se fez sentir.

Antes da benção final foram lidas mensagens da diocese de Tete, do seu Administrador Apostólico, do Superior Geral do Instituto dos Missionário da Consolata e do governador da província de Tete, finalmente, o bispo Dom Lúcio falou em nome da Conferência Episcopal moçambicana e o Núncio apostólico leu a bula do Papa Francisco que nomeia Dom Diamantino como novo bispo de Tete.P1020157

No final da missa Dom Diamantino acolheu a numerosa multidão que acorreu para o saudar, a todos dedicando uma palavra de saudação e agradecimento.

O novo bispo de Tete, Diamantino Antunes, é um missionário da Consolata português, originário de Albergaria dos Doze, freguesia do município de Pombal, que tem trabalhado em Moçambique toda a sua vida. É o quinto bispo de Tete diocese que foi criada em 1962. cuja extensão territorial considerável ascende aos 102 mil kilómetros quadrados . A diocese conta apenas apenas com 12 padres diocesanos, 39 sacerdotes religiosos e 65 irmãs religiosas.

P1020096É com entusiasmo, alegria e eserança que Dom Diamantino se prepara para o exercício do seu ministério episcopal

Salinte-se que o presidente da república português, Marcelo Rebelo de Sousa fez chegar uma mensagem de felicitações ao novo bispo e ao povo Moçambicano que foi lida, durante o almoço que se sucedeu á cerimónia religiosa, pelo superior regional dos missionários da Consolata de Portugal, P. Eugénio Butti.

Apesar de longo o dia ainda contava com mais uma manifestação de júbilo por parte das paróquias e movimentos da diocese que prepararam momentos recreativos de alegria criatividade  e comunhão muito aplaudidos por toda a assistência entre a qual se encontrava o novo Bispo, Dom diamantino, os outros bispos presentes e o governador de Tete.

Actualizado em Terça, 14 Maio 2019 21:15
Continuar...
 
Salina dos Missionários da Consolata recebe prémio de Agro negócio
Escrito por IMC Moçambique   
Segunda, 05 Novembro 2018 16:26

Prémio salina Agro NegócioA Salina de Batanhe, dos missionários da Consolata e detentora das marcas Sal do Indico e Flor do Indico - flor de sal -  destacou-se entre 150 candidaturas de empreendedores com iniciativas de agro-negócios, à escala nacional, promovida pela empresa Moz Innovation. 

Do total dos projectos concorrentes, foram seleccionados 16 empreendedores nas categorias Agro-Empreendedor do Ano e Agro-Empreendedor Jovem do Ano, dos quais foram apurados os dois vencedores  que vão representar o país na fase sub-sequente.

As empresas Salina de Batanhe e Danilo & Diogo Agronegócio vão representar o País, no evento mundial  denominado Global Agripreneurs Summit, a ter lugar em Maio de 2019, na Grécia, após terem vencido a 3ª edição nacional da iniciativa Future Agro Challenge (FAC2018), realizada, entre os dias 23 a 25 de Outubro, na cidade de Maputo, com o apoio da Gapi, no âmbito do seu programa de promoção da capacidade inovadora e empreendedora de jovens.

Para Carlos José Osório Marulanda, representante da empresa Salina de Batanhe, que venceu na categoria de Agro-empreendedor do ano, a escolha do processamento do sal com iodo, deriva da grande procura que este produto tem, daí que “procuramos aumentar o volume de negócios para gerar mais empregos e evitar a migração da população jovem que procura empregos noutros pontos do país”.

Continuar...
 
Ensino primário moçambicano será ministrado nas 16 línguas nativas a partir de 2017
Escrito por IMC Moçambique   
Sexta, 20 Março 2015 08:29

guiua10-10 073 resize

O Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano de Moçambique anunciou há dois dias que o ensino primário vai usar as 16 línguas nacionais a partir de 2017, ao lado do português, para facilitar o ensino às crianças moçambicanas.

A decisão de introduzir o ensino bilingue nas escolas primárias moçambicanas foi divulgada pela diretora nacional do Ensino Primário, Antuía Soverano, durante o Seminário de Revisão Linguística dos Planos Analíticos do Ensino Bilingue, que está a decorrer na capital moçambicana.
"O ensino primário pode ser lecionado monolingue e também na modalidade bilingue, onde as crianças começam o processo de socialização e aprendizagem na sua língua materna e depois têm a transição para a língua de instrução após consolidarem os conhecimentos e capacidades na sua própria língua", afirmou Soverano, explicando as vantagens da introdução do sistema bilingue.
 

Com a inovação, assinalou a fonte, o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, pretende melhorar os resultados no ensino primário, promover a interação na escola e agilizar o processo de socialização dos alunos.

Actualizado em Sexta, 20 Março 2015 11:14
Continuar...
 
Milhares de Pessoas nas Cerimónias Fúnebres de D. Francisco Lerma,
Escrito por IMC Moçambique   
Domingo, 05 Maio 2019 18:18

IMG 20190503 WA0007Esta 6ª feira, dia 03 de Maio, milhares de pessoas marcaram presença nas cerimónias fúnebres de D. Francisco Lerma, no Guruè, no norte de Moçambique. As cerimónias foram precedidas por um impressionante cortejo desde Nampula, onde o corpo chegou, de avião. Logo à entrada da diocese de Gurué, a população, em massa, acorreu a despedir-se do seu amado Bispo o que obrigou a várias paragens pelo caminho. 

Nas ccerimónias fúnebres estiveram presentes os bispos da Conferência Episcopal de Moçambique e dezenas de sacerdotes e religiosas. O segundo bispo de Guruè, falecido no Maputo no dia 24 de Abril, foi sepultado numa cripta na nova capela que foi agora aberta, junto da catedral. A missa fúnebre foi presidida por D. Lúcio Muandula, actualmente presidente da Conferência Episcopal, e a homilia feita por D. Inácio Saúre, missionário da Consolata, arcebispo de Nampula, o qual falou de Dom Lerma como um incansável servidor do Evangelho e da Igreja.

No final da celebração foram algumas das muitas mensagens de condolências recebidas, das quais se destacam a da Secretaria de Estado do Vaticano em nome do Papa, do Presidente da República de Moçambique, dos bispos moçambicanos, do clero e religiosos. Os testemunhos dados aliam sentimentos de admiração e agradecimento pela grande figura pessoal, eclesial e social de Dom Francisco Lerma. Um zeloso pastor missionário que amou este povo e para ele se deu totalmente. Os seus sacerdotes testemunharam que uma boa parte daquilo que a diocese é se deve em parte à inspiração das suas palavras, presença e generosidade.

Actualizado em Domingo, 05 Maio 2019 19:02
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL